Este é fórum não oficial do Troféu Regional de Ralis de Alenquer, dedicado para pilotos e apaixonados dos Ralis.


    Troféu Regional de Ralis de Alenquer: Cheganças: Ricardo Teodósio chega e vence!

    Compartilhe
    avatar
    CompetiDrive
    Admin

    Mensagens : 738
    Data de inscrição : 13/12/2008
    Localização : Alenquer

    Troféu Regional de Ralis de Alenquer: Cheganças: Ricardo Teodósio chega e vence!

    Mensagem  CompetiDrive em Seg Jun 14 2010, 16:18



    Após uma luta renhida pela vitória na prova de Cheganças, a dupla formada por Ricardo Teodósio e Fernando Miguel em Mitsubishi Evo IV levou de vencida a prova, relegando a dupla formada por José Merceano e Francisco Pereira (BMW 325 IX) para a segunda posição. A encerrar o pódio ficou a dupla formada por António Nunes e Rui Marques em Mitsubishi Evo V).

    A prova teve início na noite de sábado com a realização de uma super especial nocturna que permitiu um aproximar entre o público e as máquinas. A super especial foi disputada, em alcatrão, no interior da vila de Alenquer e foi vencida por Ricardo Teodósio com uma vantagem de 0,75s sobre o segundo classificado que foi José Merceano e, uma vantagem de 1,93s sobre o terceiro tempo que foi para Carlos Valentim (Ford Escorth RS Cosworth).

    Ainda sobre a super especial nocturna há que realçar o bom espectáculo proporcionado pelos diversos pilotos e ainda o muito público que afluiu até ao local. Após este pequeno aperitivo nocturno, a prova prosseguiu, no domingo pela manhã, com a realização da 2ª e 3ª especial.

    A primeira especial de domingo foi ganha pelo jovem Daniel Nunes (Mitsubishi Lancer Evo VI) que apresentou-se com um andamento muito elevado e a querer recuperar o tempo que tinha perdido na noite devido a alguns problemas com a transmissão. O segundo tempo na especial foi para Pedro Carmo (Subaru Impreza WRX) ao fazer mais 7,45s que Daniel Nunes. O piloto do Subaru também demonstrava que queria recuperar o tempo perdido na noite anterior devido a uma penalização de 10s por falsa partida.

    Na terceira posição da especial ficou José Merceano e no quarto lugar ficou Ricardo Teodósio. Como Ricardo Teodósio perde, nesta PEC, cerca de 4s para José Merceano, este último assume a liderança da prova.

    Ao passarmos para a segunda especial do dia, começaram-se a verificar as primeiras desistências ao nível dos pilotos da frente, onde se destaca a desistência de Carlos Valentim (Ford Escorth RS Cosworth), de Jaime Almeida (Ford Escorth RS Cosworth) e ainda de Eduardo Silva (BMW E36).

    Daniel Nunes soma mais uma vitória nesta PEC e assim passa para a vice liderança quando se dá a pausa para almoço com uma ligeira desvantagem de 0,55s para o primeiro classificado que era José Merceano (BMW 325 IX) que conseguiu o segundo tempo na especial. Ainda nesta especial é de desstacar o terceiro para Ricardo Teodósio e o quarto para Pedro Carmo.

    Com isto, a prova foi para a pausa de almoço com uma luta muito renhida na frente da classificação geral e com uma grande indecisão sobre quem seria o vencedor ao final do dia.

    Por volta das 15h30 recomeça o rali com a realização da 4ª PEC (terceira do dia), sendo que nesta as contas da classificação geral voltaram a ficar todas baralhadas. Ricardo Teodósio (Mitsubishi Evo IV) faz o melhor tempo ao conseguir uma vantagem de 5s sobre José Merceano (BMW 325 IX) e consegue assim anular praticamente a desvantagem que tinha na classificação geral. Nesta classificativa Pedro Carmo (Subaru Impreza WRX) perde algum tempo e vê afastada de todo a possibilidade de lutar pelos lugares do pódio. Quando a Daniel Nunes (Mitsubishi Evo VI) que até então vinha dominando as especiais de domingo, faz o seu pior tempo até então e não consegue ultrapassar a concorrência, deixando a decisão por completo para a última especial da prova.

    A última especial da prova começou já a tarde ía avançada, tendo o atraso sido provocado pelo problema que existiu com a viatura de Paulo Gonçalves (Peugeot 205) que incendiou-se no decorrer da penúltima especial. Não obstante o atraso verificado, a expectativa era grande para se ficar a saber quem iria levar a prova de vencida.

    Ricardo Teodósio era o primeiro piloto a ir para a estrada e conseguiu rubricar o melhor tempo na especial, relegando para a segunda posição José Merceano a 5,08s e para o terceiro posto António Nunes.

    Daniel Nunes que estava a lutar pela vitória viu a transmissão do seu Mistubishi falhar no momento em se preparava para iniciar a última especial.

    Assim, a vitoria final na prova foi para a dupla algarvia formada por Ricardo Teodósio e Fernando Miguel (Mitsubishi Evo IV) que terminou o rali com uma vantagem de 4,16s sobre o segundo classificado que foi José Merceano (BMW 325 IX) e, uma vantagem de 47,97s sobre o terceiro classificado que foi António Nunes em Mitsubishi Evo V.

    No quarto posto da geral ficou João Correia (Mitsubishi Carisma Evo VI) e na quinta posição ficou o sempre espectacular Fernando Marques em Peugeot 205 que assim se assumiu como o primeiro veículo que não tinha tracção total e venceu a classificação da tracção dianteira.

    No sexto posto ficou Pedro Carmo (Subaru Impreza WRX), na sétima posição ficou Gilberto Costa (Golf) e no 8º posto ficou João Neves (Mazda 323).

    A fechar o top 10 ficou Rui Coimbra (VW Golf GT) na 9ª posição e Daniel Ferreira (BMW 325 IX) no 10º posto. De realçar também que o primeiro classificado da tracção traseira foi Pedro Catarino (Ford Sierra) que conseguiu o 19º lugar na classificação geral.

    Ainda sobre esta prova há que destacar a boa lista de inscritos, tanto em quantidade como em qualidade, e o bom espectáculo que foi proporcionado ao muito público que se deslocou até às imediações da localidade de Cheganças para assistir à prova.

    O Troféu Regional de Ralis de Alenquer 2010 vai ter agora a sua tradicional paragem de Verão, regressando no próximo mês de Setembro com a realização do Rali das Gaeiras.

      Data/hora atual: Sex Jun 23 2017, 20:12